E os humanos asquerosos...?

Esta crónica é carinhosamente dedicada a Daniel Oliveira e Marcelo Rebelo de Sousa, relembrando a maravilhosa defesa de que “o ser humano mais asqueroso/hediondo vale mais do que o animal mais amado”.

E os humanos asquerosos...?

Só na última semana chegaram-me diversas mensagens comoventes e revoltantes. Sobre animais, pois claro. São dezenas de casos de maus-tratos e de abandono, com os mais perversos requintes de malvadez. Desde o animal que é atirado vivo para dentro do contentor do lixo, ao mais suave abandono preso pela trela ao contentor do lixo, ao animal encontrado em estado de subnutrição e quase cadavérico, culminando no comportamento psicopata, asqueroso e hediondo descarregado num desgraçado gato, em Coimbra.

Não se julgue que são casos isolados e extraordinários, porque não são. Há recorrentes violências sobre animais indefesos, e há quem se entretenha a esperar que os gatitos saiam dos ninhos, em passos titubeantes, para os matar e depois gabar-se que já “matou mais de trinta”. Esta criatura, por exemplo, vive em Paço de Arcos. Portanto, a situação geográfica também não é uma condicionante.

A violência no caso de Coimbra comoveu-me e revoltou-me. Requer uma urgente e eficaz caça ao homem, porque o autor deste crime é por si só um perigo para a sociedade. Tem de ser localizado, detido e isolado preventivamente, seguido de uma boa análise psicológica para aferir o seu grau de psicopatia e o seu nível de perigosidade. Uma coisa é indesmentível: tem de ser encontrado e examinado, urgentemente.

No dia 14 de Maio aparecia um apelo no Facebook, da parte de um grupo chamado Gatos Urbanos:

 

MUITO URGENTE
Pedimos a quem TENHA VISTO ESTE GATINHO, na semana de 5 a 12 de Maio na zona de Celas - Coimbra, o favor de nos contactar indicando o local exacto onde o viu. Esta informação é muito importante para fazer justiça por este gatinho.
Contacte-nos por aqui, (https://www.facebook.com/#!/GrupoGatosUrbanos) ou via email gatos.urbanos@gmail.com.(...)”

260223_567152093305796_588659577_n

Pouco depois, pediam desculpa por não darem notícias, mas explicavam que “um dos casos é de elevadíssima gravidade e mereceu toda a nossa dedicação. (…) Efectuámos um "resgate" em Celas de um gato vítima da maior barbaridade. Estamos a tentar publicar de uma forma que não choque as pessoas mais sensíveis”. 

Hoje, chegou a revelação das atrocidades cometidas contra este animal, com relatório da veterinária:

“Ferida extensa na cabeça, com especial relevo na zona anteriormente ocupada pelo pavilhão auditivo, havendo ausência do mesmo.

Apresentava ainda alterações profundas abarcando os tecidos cutâneos e subcutâneos, com derrame de pus. Pele exposta à volta da cabeça e pescoço (sem pêlo).

Dificuldades de equilíbrio e risco iminente de lesão neurológica grave. Sofrimento evidente. Dra. Inês Marquês, Clinica VetCondeixa, Domingo, dia 12-05-2013, 23:00h.”

Foi importante dar o esclarecimento “de que as lesões não são compatíveis com ataque de um cão ou qualquer outro animal. As lesões apontam para duas hipóteses, sendo a primeira a mais provável: a utilização de um agente químico (acido ou cáustico - eventualmente em forma pastosa) derramado sobre a cabeça. Podendo ainda colocar-se uma segunda hipótese: a amputação violenta das orelhas, tendo provocado o escorrimento do pus sobre o pescoço. Contudo, esta última não explica a falta de pêlo na cabeça e não havia presença de sangue escorrido. Todo o resto do corpo do infeliz animal, não tinha qualquer ferida ou marca de agressão por dentadas, lutas, etc.

A agressão ocorreu entre 5 e 12 de Maio, em Celas, Coimbra

A 5 de Maio o gatinho foi visto e tinha as orelhas em perfeito estado. No dia 12 o gatinho apareceu assim. Fomos em socorro dele e levámo-lo para assistência veterinária urgente. Foi anestesiado e observado pela Dra. Inês Marquês da VetCondeixa . Ainda sob o efeito da anestesia foi eutanasiado.”

As imagens que se seguem, e atestam a violência deste crime, podem ferir a sensibilidade. Em minha opinião devem ser vistas, mas a Gatos Urbanos pede especial cuidado no seu visionamento por pessoas impressionáveis, demasiado sensíveis, crianças e jovens.

A quem seja de ou tenha estado em Celas-Coimbra e possa ter informações sobre este crime, por favor contacte a Gatos Urbanos com urgência. A queixa-crime vai ser apresentada ao SEPNA-GNR e à Autoridade Veterinária Municipal, mas é importante identificar a pessoa responsável por esta barbárie. Pela justiça e pela segurança de todos, pessoas e animais. 

DSCN4706

 

DSCN4723

observacao_depois_da_anestesia_geral_Dra_Ines_Marques_VETCONDEIXA

DSCN4713

mapa_

P.S.: Um agradecimento especial à Dra. Inês Marquês pela forma como tratou este caso.

Pode aceder à montagem em vídeo elaborada pela Gatos Urbanos: 

objectivo

aviso_2

AUTOR: Filomena Marta

Publicado em: 
20 Maio, 2013
Categoria: 
578 leituras