Crónicas

Um pequeno passo para uns, um grande salto para os animais

Quinta, 10 de Julho, 2014

Um pequeno passo para uns, um grande salto para os animais

Que a realidade dos animais e dos seus Direitos tem de mudar em Portugal, e em geral no Mundo, parece que já todos sabem e não constitui surpresa para pessoas inteligentes, sensíveis, civilizadas e informadas. As outras, sempre haverá e, tantas vezes infelizmente, temos de continuar a conviver com elas e com as muitas barbaridades que dizem e cometem.

Está finalmente hoje, dia 10 de Julho, em votação na Assembleia da República Portuguesa o diploma que criminaliza os maus tratos a animais, mormente os animais de companhia, sejam eles quais forem: cães, gatos, pássaros, chinchilas, coelhos, todos os que podem ser inseridos na definição de “qualquer animal detido ou destinado a ser detido pelo homem, designadamente no seu lar, para seu entretenimento ou companhia”. Lendo a letra de Lei, esta norma estende-se a muitos outros animais que não os considerados domésticos, atentando que, pelo menos, os animais à guarda de Circos e alojados em Jardins Zoológicos são detidos pelo Homem para seu entretenimento.

AUTOR: Filomena Marta

As touradas não são lantejoulas

Quarta, 9 de Julho, 2014

As touradas não são lantejoulas

QUER ESTE SANGUE NAS SUAS MÃOS?

(carta de Jorge Prata a um amigo seu, aficionado)

Manuel M., já somos amigos… sei lá… há 25 anos?! E sabes bem que numa coisa sempre me mantive fiel. O meu amor aos animais. Já discutimos sobre este assunto por diversas vezes e não quero que tomes a integridade da minha posição como uma “farpa” espetada a nível pessoal, mas sobre as touradas já sabes que nunca nos encontraremos do mesmo lado da “arena”.

Manel, sabes bem que não posso admitir que hoje, em pleno século XXI; que hoje, em que sou Pai e tenho duas filhas que educo promovendo o respeito pelos seres vivos e para que tenham coragem para ajudar os mais fracos; que hoje, ainda se pratique e promova uma actividade de tortura de seres vivos como espectáculo.

AUTOR: Jorge Pratas

Forca, pudor, liberdade e cães atirados ao lixo

Segunda, 7 de Julho, 2014

O nosso quotidiano noticioso tem sido rico em temas para dissertação, uns mais prementes outros dignos de discussão, alguns que nem deveriam fazer notícia. Deveríamos, talvez, estar já habituados ao (mau) jornalismo que tem grassado na nossa terra de há 10 anos a esta parte, à má política e piores políticos, a tristes reality shows que lançam para a ribalta figuras de muito duvidosa qualidade e que se tornam estrelas instantâneas. Mas alguns de nós não conseguem habituar-se a esta nebulosa realidade. Tem sido uma década horribilis.

AUTOR: Filomena Marta

Páginas