SENCIENTE:

1. adj. 2 gén. que tem sensações; sensível.
(Lat. sentiente) in Dicionário da língua Portuguesa, Editora, 5ª edição
2. adj. que sente; que tem sensações.
(Lat. sentiens ) in Dicionário Cândido de Figueiredo, 1913

SENCIÊNCIA:

Senciência é a "capacidade de sofrer ou sentir prazer ou felicidade". [1]
[1] SINGER, Peter. Vida ética: os melhores ensaios do mais polémico filósofo da actualidade.
Rio de Janeiro: Ediouro, 2002. ISBN 850001055X. P. 54
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ainda não foi criado nenhum conteúdo para a página inicial.

A sensibilidade de um abrolho

Sexta, 8 de Março, 2013

Quarta-feira, 6 de Março de 2013, Assembleia da República, intervenção de Passos Coelho:
15h19 - "Se não fosse a sensibilidade social deste Governo os reformados que recebem pensões mínimas teriam sido afetados pelas nossas medidas", afirma o primeiro-ministro.

Retirando o facto de não se saber muito bem o que significa “afetado” (será porventura alguém com aftas…?), na infelicidade de o Expresso ser um dos meios de Comunicação Social completamente acéfalos que decidiu seguir o “Aborto” Ortográfico, diz-nos a observação e o senso comum que a sensibilidade social deste Governo é a sensibilidade de um abrolho.

São umas atrás das outras, em catadupas, as pérolas de sabedoria que emanam dos discursos do Primeiro-ministro, do Ministro das Finanças e outros representantes do Estado.

AUTOR: Filomena Marta

Uma malguinha de arroz

Sexta, 8 de Março, 2013

Vou começal esta clónica como deve sel, usando as palavlas coletas para il tleinando o nosso tlajecto pala a malguinha de alloz. Plonto, yá tá!

Comédia à parte, a verdade é que o trajecto que está a tentar ser traçado para Portugal não é menos do que preocupante.

A economia está o descalabro que se conhece. O garrote fiscal está a tirar a circulação da classe média, empobrecida e enfraquecida, que por sua vez inibe o consumo, que por sua vez conduz à estagnação económica, que por sua vez leva à falência de negócios e empresas, que por sua vez lançam para o desemprego centenas de pessoas, que por sua vez engrossam os custos das prestações sociais, que por sua vez atingem a despesa do Estado, que também devido ao garrote fiscal apresenta quebras significativas de receitas, apesar do aumento brutal de impostos directos.

AUTOR: Filomena Marta

Uns mais reformados do que outros…

Quarta, 6 de Março, 2013

Continua a ser a aplicação prática dessa fabulosa e intemporal obra literária, obra de profunda e certeira análise social e intelectual, a “Animal Farm”, vertida em português para um mísero “O Triunfo dos Porcos”.

A verdade é que ao longo da História, depois de milénios, décadas, anos, tudo continua na mesma, somos todos iguais e há sempre uns que são mais iguais do que outros. Mas isto é, sem dúvida, a eterna concepção dos que “são mais iguais do que os outros”. É a visão dos porcos em Animal Farm, dos Ulrichs, dos Pinhais e de companhias limitadas, que nasceram, como todos, num chiqueiro e que à custa de jogo de cintura e lombos de amigos ascenderam ao chiquérrimo.

AUTOR: Filomena Marta

Páginas